A história da criação da ALATS

Na década de 90, eu, Maurício Aguiar, Claudia Hazan e um grupo de abnegados participamos da fundação do BFPUG (Brazilian Function Point Users Group). A criação desta entidade foi uma grande alavanca para a divulgação no Brasil da técnica de medição de softwares conhecida como Análise de Pontos de Função. Em 2002, quando eu e o Trayahu Moreira começamos a escrever o livro Teste de Software, que foi publicado pela Altabooks em 2003, lembrei-me desse acontecimento, e conversando com o Maurício Aguiar e o Roberto Murillo, surgiu a idéia da criação de uma
associação brasileira de teste de software. Essa discussão envolveu outros técnicos e achamos que talvez fosse melhor dar um escopo maior a atuação da associação que então passou a ser chamada Associação Latino Americana de Teste de Software que foi oficialmente criada em 2002.
A associação durante o ano de 2003 não teve uma atuação muito forte pois era uma entidade desconhecida no mercado, e, além disso, eram poucas as pessoas ainda envolvidas com a atividade de teste de software. No entanto,
durante este mesmo ano demos entrada num pedido de patrocínio junto a FINEP para a realização de um evento de teste de software, que foi o Primeiro Seminário Brasileiro de Teste de Software que aconteceu no Rio de Janeiro em março de 2004 para um público de mais de 300 pessoas. O sucesso do evento nos trouxe a certeza de que o mercado nesta área tinha amplas possibilidades de crescimento. Neste seminário foi criado um grupo de trabalho para a definição de um exame de certificação sobre teste de software no Brasil.
A idéia inicial do grupo de trabalho era trazer para o Brasil o exame do QAI – Quality Assurance Institute. Eu particularmente estive nos Estados Unidos para discutir esse assunto e pegar o material usado no exame. Criamos inclusive o QAI Rio de Janeiro Chapter para suportar esse objetivo. A análise do material nos levou a uma conclusão importante, quando descobrimos depois de várias reuniões e estudos que poderíamos fazer no Brasil um exame semelhante.
Essa importante decisão levou a uma divisão na ALATS e um grupo de pessoas saiu da organização para seguir a linha do exame do QAI, enquanto os demais se dedicaram a preparar o primeiro exame de certificação em teste de software criado e realizado no Brasil que foi o CBTS – Certificação Brasileira de Teste de Software. Esta decisão arrojada, muitas vezes criticada, acabou sendo uma iniciativa muito importante, pois mostrou que não precisávamos pagar royalties para nenhuma empresa estrangeira. Posteriormente foi criada uma empresa no Brasil para prestar o exame do ISTQB – International Software Testing Qualifications Board, com o nome de BSTQB. Atualmente os exames da ALATS e do BSTQB são os mais procurados no Brasil. Depois de ser presidente da ALATS por oito anos, de 2002 a 2010, decidi sair e atuar na criação de uma associação brasileira. A ABRAT – Associação Brasileira de Teste de Software foi criada em novembro de 2011 com o objetivo de atuar exclusivamente no Brasil no apoio aos profissionais e empresas de teste de software, mas voltaremos a falar sobre a ABRAT oportunamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>